PIMENTA

BENEFÍCIOS    TIPOS    FOTOS    PARA EMAGRECER

Ajuda combater o COLESTEROL e Previne a Arteriosclerose

 

                                                            

Pimenta é o nome comum dado a várias plantas, em varios países onde os frutos e condimentos deles obtidos são de sabor geralmente picante.

No Brasil o termo é usado para sa espécies de Capsicum como as de Piper e Pimenta. As variedades de Piper Nigrum são chamadas de Pimenta do reino.

Para a  Capsicum Frutenses usamos o nome de Malagueta ou Pimenta malagueta. Já a Capsicum Annuum é chamada de pimenta doce e seu nome popular é Pimentão.


Selecionamos algumas plantas onde seus frutos dão origens as pimentas mais conhecidas:

 

PIPER

Piper Negrum - A pimenta preta, também conhecida como pimenta redonda e, no Brasil, como Pimenta-do-Reino, é uma das mais antigas especiarias conhecidas.

 

As pequenas frutas provêm das drupas da planta trepadeira Piper nigrum L. da família Piperaceae, que se desenvolvem nas florestas equatoriais da Ásia. Quando imaturas, são da cor verde, após amadurecerem, vermelhas e quando fervidas tornam-se negras, depois são secas. Quando ainda verde ou vermelho, o mesmo fruto pode ser seco ou conservado em salmoura, mantendo as cores originais. Quando maduro e seco, pode ser descascado, tornando-se na pimenta branca. Os seus grãos, secos e moídos, são bastante utilizados na culinária de diversos países.

Tem um sabor forte, levemente picante, proveniente de um composto químico chamado piperina. Por essa razão foi utilizada desde a Idade Média para disfarçar o sabor dos alimentos em vias de decomposição.

 

 

Piper Guineense - Pimenta de são Tomé  

         

 

Piper Longum  -  Pimenta Longa

 

CAPSICUM

Capsicum annuum  - Pimentão doce, pimento, 

        

 

 

Capsicum Baccatum - Dedo de Moça - Cumari - Pimenta Calabresa - Chifre de Veado - Cambuci

                                                    

 

 

 

Capsicum Chinense - Pimenta Murupi, Savina Vermelha

                      

 

 

Capsicum Frutescens - Malagueta ou Vermelha, Piriri, Jindungo, Pimenta de Caiena

 

PIMENTAS

Aroeira - Schinus molle e shinusTerebinthifolius

 

 

Pimenta da Áfica - Xilópia Aethiópica

 

 

Pimenta da Jamaica - feita com Pimenta Dióica

          

 

 

Naga Jalokia - Chinense + Frutenses

 

 

Pimenta White Habanero

 

 

Pimenta da Guiné - Aframomum Melegueta

 

 

Pimenta de Macaco - Xilópia Aromática

 

 

Pimenta De Sichuan - Zanthoxylum Piperitum

 

Pimenta Síria -  É uma mistura de pimenta-da-jamaica, pimenta-do-reino, canela, cravo da índia e noz-moscada, muito utilizada no preparo de pratos árabes, aonde empresta seu sabor característico.

 

Esse Fruto reúne uma série de medicamentos naturais: analgésico, antiinflamatório, xarope e VITAMINAS

Os Benefícios da pimenta são conhecidos há muito tempo, benefício este que os povos primitivos descobriram há milhares de anos e que agora estão sendo comprovados pela ciência

Pesquisadores do mundo todo não param de descobrir que a pimenta, tanto a Piper ( pimenta do reino) como a Capsicum, tem qualidades farmácológicas importantes.

Segundo o livro Pimenta e seus Beneficios à Saúde, de Márcio Bontempo, a Pimenta além dos princípios ativos Capsaicina e piperina, o condimento é muito rico em VITAMINAS como a Vitamina A, E e C, ácido fólico, Zinco e Potássio. Também contém Bioflavonóides, pigmentos vegetais que previnem o câncer.

Sendo assim a Pimenta já está classificada como Alimento funcional, o que significa que, além de seus nutrientes, possuem componentes que preservam e promovem a saúde.

Quem coloca a pimenta no dia a dia esta colocando na alimentação além de tempero, uma série de medicamentos naturais.

Uso medicinal: A Pimenta é usada como matéria prima para diversos remédios:   Dores musculares, desordens gastroentestinais, prevenção da Arteriosclerose. Ela também é  antileucorréica, adstringente, balsâmica, age como DIURÉTICO, emenagoga, ajuda na PRISÃO DE VENTRE, estomáquica, tônica, vulnerária, antiinflamatória, fungicida e bactericida

 

Benefícios para o corpo:

Alivia a DOR DE CABEÇA

Diminue a gordura no sangue (COLESTEROL)

Controla os níveis de glicose no sangue

Aumenta a capacidade do PULMÃO

Ajuda no tratamento da rinite alérgica

 

PARA EMAGRECER - É um estimulante do metabolismo, a pessoa passa a gastar mais calor através do que come.

 

Ajuda na Obesidade - Consumida nas refeições, ela estimula o organismo a diminuir o apetite nas seguintes. Um estudo revelou que a pimenta derrete os estoques de energia acumulados em forma de gordura corporal. Além disso, aumenta a temperatura (termogênese) e, para dissipá-la, o organismo gasta mais calorias. As pesquisas indicam que cada grama queima 45 calorias.

 

COLESTEROL - Uma pesquisa concluída na (PUC - RS) Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, na faculdade de Nutrição comprovou que a pimenta diminue o risco de doenças cardiovasculares.

A pesquisa foi realizada com a Pimenta dedo de Moça e os resultados impressionaram os pesquisadores. Os ratinhos que receberam uma pequena dose do extrato da pimenta, no final de duas semanas haviam diminuído o colesterol 45% a mais que os ratinhos que não receberam o extrato.

O que reduziu quase pela metade a gordura no sangue dos ratinhos foi a Capsaicina, o princípio ativo da pimenta e que dá a ela o gosto ardido.

 

Males do coração - A pimenta caiena tem sido apontada como capaz de interromper um ataque cardíaco em 30 segundos. Ela contém componentes anticoagulantes que ajudam na desobstrução dos vasos sanguíneos e ativam a circulação arterial.

 

Câncer - Pesquisas nos Estados Unidos apontam a capacidade da capsaicina de inibir o crescimento de células de tumor maligno na próstata, sem causar toxicidade. Outro grupo de cientistas tratou seres humanos portadores de tumores pancreáticos malignos com doses desse mesmo princípio ativo. Depois de algum tempo constataram que houve redução de 50% dos tumores, sem afetação das células pancreáticas saudáveis ou efeitos colaterais. Já em Taiwan os médicos observaram a morte de células cancerosas do esôfago.

Ainda falta dimensionar quanta pimenta deve-se ingerir na alimentação para receber todos esses benefícios, mas o que se sabe é que o brasileiro come pouca pimenta.

 

ESTRESSE FADIGA E DEPRESSÃO- A ingestão da pimenta aumenta a liberação de noradrenalina e adrenalina, responsáveis pelo nosso estado de alerta, que está associado também à melhora do ânimo em pessoas deprimidas.

 

Enxaqueca - Provoca a liberação de endorfinas, analgésicos naturais potentes, que atenuam a DOR DE CABEÇA

 

FERIDAS abertas - É anti-séptica, analgésica, cicatrizante e anti-hemorrágica quando o seu pó é colocado diretamente sobre a pele machucada.

 

Baixa imunidade - A pimenta tem sido aplicada em diversas partes do mundo no combate à aids com bons resultados.

 

TOSSE CORIZA E GRIPE - Tanto para o tratamento quanto para a prevenção dessas doenças, é comum recomendar a ingestão de uma pequena pimenta malagueta por dia, como se fosse uma pílula.

 

HEMORRÓIDAS - A capsaicina tem poder cicatrizante e já existem remédios com pimenta para uso tópico.

 

Infecções - O alimento combate as bactérias, já que tem poder bacteriostático e bactericida, e não prejudica o sistema de defesa. Pelo contrário, até estimula a recuperação imunológica.

 

Quanto mais picante mais Capsiacina e quanto mais Capsiacina mais a pimenta traz benefícios à saude.

 

PARA EMAGRECER        RECEITAS MILAGROSAS          RECEITAS CHÁS MEDICINAIS

Plantas e Ervas Medicinais      VITAMINAS    LEGUMES E HORTALIÇAS

BERINJELA      SECREDOS DO REPOLHO    AGRIÃO     GENGIBRE EMAGRECE?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

   

 

 

 

 

 





 
 
 
 

 

 

 

[editar]

Tópico: PIMENTA

Data: 27/04/2014

De: laura.ggimenes@hotmail.com

Assunto: pimenta de macaco


gostaria de saber quais os efeitos medicinais e curativos para o ser humano.
Para que serve a pimenta de macaco?

Novo comentário